OMS faz revisão de dados sobre vacina da Sanofi contra dengue, pede uso limitado

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta segunda-feira que espera realizar uma "revisão completa" até o final do ano de dados sobre a vacina Dengvaxia, da Sanofi.

As Filipinas pediram um levantamento na segunda-feira sobre a imunização de mais de 730.000 crianças com a vacina que foi suspensa após um anúncio da empresa farmacêutica francesa de que poderia piorar a doença em alguns casos.

A OMS reiterou a recomendação de 30 de novembro de que "como medida preventiva e provisória", a Dengvaxia só seria administrada a pessoas que se sabe terem sido infectadas com dengue antes da vacinação.

O porta-voz da OMS Christian Lindmeier, referindo-se ao Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas (Sage, na sigla em inglês) da OMS e ao seu Comitê Consultivo Global sobre Segurança de Vacinas, disse à Reuters que os especialistas querem "resolver isso antes do final do ano".

Na semana passada, a Anvisa decidiu que a vacina não seja administrada no Brasil a pessoas que não tenham tido exposição prévia ao vírus.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos