UE está mais próxima de iniciar negociações comerciais com Reino Unido, diz Tusk

BRUXELAS (Reuters) - O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse nesta segunda-feira estar encorajado pelo progresso para evitar uma fronteira física entre a Irlanda e a Irlanda do Norte após o Reino Unido deixar a União Europeia, o que deixa mais próximo o início de negociações comerciais com o Reino Unido.

Londres quer iniciar as conversas sobre um futuro pacto comercial com a UE o mais rápido possível para dar clareza às empresas sediadas no Reino Unido a respeito dos termos dos negócios após a saída do país da UE em março de 2019.

Mas a UE disse que só pode começar essas conversas uma vez que progresso suficiente for feito nas negociações dos termos do divórcio --um acordo financeiro, direitos dos cidadãos e a fronteira entre a Irlanda e a Irlanda do Norte.

"Diga-me porque eu gosto de segundas-feiras! Encorajado após minha conversa telefônica com o Taoiseach (primeiro-ministro irlandês Leo Varadkar) sobre o progresso na questão do Brexit relativa à Irlanda. Ficando perto de progresso suficiente para a cúpula da UE em dezembro", disse Tusk no Twitter.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos