Espanha retira pedido de prisão internacional contra ex-líder da Catalunha

MADRI (Reuters) - A Suprema Corte da Espanha disse nesta terça-feira que retirou um pedido de prisão internacional para o ex-líder pró-independência da Catalunha Carles Puigdemont, que está em asilo auto-imposto na Bélgica.

A corte disse que Puigdemont e quatro membros de seu gabinete, que também estão na Bélgica, demonstraram disposição em retornar à Espanha para participar da eleição regional do dia 21 de dezembro na Catalunha.

A campanha para a eleição, convocada por Madri em um esforço para resolver a crise desencadeada por uma tentativa de independência da rica região espanhola, começou nesta terça-feira.

Madri espera que partidos a favor da unidade com a Espanha ganhem a eleição. Legendas pró-independência veem a votação como um plebiscito sobre a separação do restante do país.

Não ficou claro se Puigdemont retornará imediatamente para a Espanha, onde provavelmente será detido enquanto aguarda investigações que podem durar meses.

(Reportagem de Sonya Dowsett)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos