Líder de esquerda declara apoio a Guillier em 2º turno presidencial do Chile

Por Antonio De la Jara

SANTIAGO (Reuters) - A líder de um bloco de esquerda influente do Chile declarou apoio ao candidato presidencial Alejandro Guillier, que concorre com o conservador Sebastián Piñera no segundo turno da eleição na semana que vem.

Beatriz Sánchez, da coalizão de extrema-esquerda Frente Ampla, disse que a insinuação de Piñera de que os votos foram adulterados no primeiro turno a fez mudar de ideia a respeito de não anunciar em quem votará na etapa decisiva.

"Isso passa do limite, e é por isso que hoje decidi... votar contra Sebastián Piñera", disse Beatriz aos jornalistas. "Meu voto será para Alejandro Guillier."

Conquistar os eleitores de Beatriz é visto como algo essencial para um triunfo de Guillier. Como candidata presidencial da Frente Ampla, ela obteve duas vezes mais votos do que as pesquisas previram e ficou só a dois pontos de disputar o segundo turno com Piñera.

Mas não ficou claro se a declaração de apoio um tanto relutante de Beatriz a Guillier bastará para levar seus apoiadores a irem às urnas em 17 de dezembro. Na semana passada a Frente Ampla pediu que ele esclareça suas propostas, não chegando a anunciar seu apoio.

Esperava-se que Piñera, ex-presidente que governou o Chile entre 2010 e 2014, vencesse a eleição deste ano com facilidade até seu desempenho decepcionante no primeiro turno de 19 de novembro.

A autoridade eleitoral chilena disse não ter recebido queixas de irregularidades, e Piñera foi altamente criticado por seus comentários.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos