Liga Árabe vê risco de "explosão" no Iêmen após morte de ex-presidente

CAIRO (Reuters) - A Liga Árabe condenou nesta terça-feira o assassinato do ex-presidente do Iêmen Ali Abdullah Saleh, afirmando que sua morte ameaça causar uma "explosão" na situação de segurança do país, disse a agência de notícias estatal do Egito Mena.

O secretariado-geral da Liga Árabe também condenou o movimento Houthi, que matou Saleh, classificando-o como "organização terrorista" e exigindo que a comunidade internacional siga essa declaração.

"Todos os meios devem ser usados para livrar o povo iemenita deste pesadelo", disse a Liga Árabe se referindo aos Houthis.

(Reportagem de Mostafa Hashem e John Davison)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos