OEA diz que eleição presidencial em Honduras está em dúvida devido a "irregularidades"

TEGUCIGALPA (Reuters) - Observadores não podem ter certeza do resultado da eleição presidencial de Honduras realizada em 26 de novembro devido a irregularidades, erros e problemas sistemáticos, disse o principal representante da Organização dos Estados Americanos (OEA) em Honduras na segunda-feira.

O ex-presidente boliviano Jorge Quiroga e chefe da missão da OEA em Honduras disse a repórteres que as autoridades eleitorais devem realizar uma ampla recontagem dos votos depois de a apuração apontar para uma vitória do atual presidente Juan Orlando Hernández.

(Reportagem de Lizbeth Diaz)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos