Ex-líder da Catalunha diz que permanecerá na Bélgica por enquanto

Por Alissa de Carbonnel

BRUXELAS (Reuters) - O ex-líder da Catalunha Carles Puigdemont, que pode ser preso na Espanha por organizar um referendo de independência considerado ilegal em outubro, disse na terça-feira que permanecerá na Bélgica por enquanto.

Autoridades espanholas retiraram um pedido de prisão internacional contra ele na segunda-feira, com o objetivo de deixar seu caso somente sob a jurisprudência espanhola e para evitar um longo processo de extradição através de tribunais belgas.

"Por enquanto, nós ficaremos aqui", disse Puigdemont durante coletiva de imprensa, em Bruxelas.

Puigdemont declarou a independência da Catalunha no dia 27 de outubro, levando Madri a impor controle direto sobre a região e a destituir seu governo pró-independência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos