PUBLICIDADE
Topo

Homem acusado de planejar matar premiê britânica irá a julgamento em junho

20/12/2017 13h13

Por Michael Holden

LONDRES (Reuters) - Um homem acusado de tramar a morte da primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, irá a julgamento em junho próximo durante cinco semanas, informou um tribunal de Londres nesta quarta-feira.

Naa'imur Rahman, morador de 20 anos do norte londrino, é suspeito de planejar detonar um artefato explosivo nos portões de Downing Street para ter acesso ao escritório de May e aproveitar a confusão reinante para matá-la.

Ele compareceu à corte criminal central de Old Bailey, na capital inglesa, e foi acusado de se preparar para cometer atos de terrorismo.

A acusação contra Rahman diz que ele foi acusado de realizar o reconhecimento do local visado, comprar uma mochila e entregá-la juntamente com uma sacola para ser adaptada para receber um artefato explosivo improvisado.

Estes preparativos tiveram por fim "cometer ataques contra pessoas no Reino Unido", diz a acusação.

Rahman também foi acusado de ajudar outro homem, Mohammad Imran, de 21 anos, a se unir ao grupo militante Estado Islâmico gravando e lhe enviando um vídeo de incentivo.