Premiê espanhol descarta possibilidade de eleição nacional após vitória de separatistas catalães

MADRI (Reuters) - O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, descartou nesta sexta-feira a possibilidade de convocar uma eleição nacional depois que separatistas catalães ganharam uma votação regional, frustrando sua tentativa de solucionar a maior crise política a abalar o país em décadas.

Rajoy havia apostado que partidos unionistas assumiriam o controle do governo regional da Catalunha, que ele destituiu em outubro, após uma declaração de independência considerada ilegal pela Espanha.

Rajoy, falando em coletiva de imprensa, disse que faria um esforço para realizar conversas com o novo governo catalão.

Entretanto, ele não esclareceu se estaria disposto a encontrar com o líder destituído da Catalunha, Carles Puigdemont, que está vivendo em autoexílio em Bruxelas e cujo partido manteve sua posição como a maior força separatista.

(Reportagem de Paul Day)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos