Forças de segurança do Egito matam 9 militantes suspeitos

CAIRO (Reuters) - Forças de segurança do Egito mataram nove militantes suspeitos neste domingo, em um tiroteio na província de Sharqiya, informou o Ministério do Interior em comunicado.

O Ministério disse que as forças de segurança receberam informações de que os militantes estavam usando uma fazenda em Sharqiya como esconderijo e eram treinados para usar armas para promover um ataque no norte de Sinai.

A autoridade acrescentou ainda que os ataques resultaram na morte de alguns policiais e militares.

"Ao cercar a fazenda, as forças de segurança foram surpreendidas por tiros em sua direção e revidaram, resultando na morte de nove", disse o Ministério, acrescentando que ainda estava tentando determinar a identidade dos suspeitos. Armas e munições foram encontradas na fazenda.

Em uma ação separada no Cairo, sobre um esconderijo terrorista, a polícia prendeu outros nove militantes suspeitos no domingo, disse o Ministério no mesmo comunicado. Todos os que foram presos têm ligação com a Irmandade Muçulmana, disse o Ministério.

(Por Mohamed Abdellah)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos