PUBLICIDADE
Topo

Motorista avança contra entrada da sede de partido alemão em aparente tentativa de suicídio

25/12/2017 13h01

BERLIM (Reuters) - Um homem dirigindo um carro avançou contra a entrada da sede do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD) em Berlim na tarde de domingo, ficando levemente ferido, e afirmou à polícia que pretendia cometer suicídio.

A polícia afirmou que o carro, que atravessou o primeiro conjunto de portas de vidro do Willy Brandt House, sede do SPD, estava carregado com latas de gasolina e cartuchos de gás. O sistema de difusão de água do edifício apagou o incêndio resultante.

As autoridades não identificaram o homem, em parte devido à uma política de limitação das comunicações públicas em casos envolvendo suicídio, tentativa ou não, afirmando apenas que ele tinha 58 anos.

Uma porta-voz da polícia afirmou que os investigadores não encontraram nada que colocasse em xeque a afirmação do homem de ser uma tentativa de cometer suicídio. O incidente não pareceu ser um ataque, acrescentou ela.

Não ficou claro porque ele havia escolhido como alvo a sede do SPD, que deverá começar as negociações para governar por mais quatro anos em coalizão com o partido conservador da chanceler Angela Merkel.

O homem foi levado ao hospital para tratar dos ferimentos superficiais em sua cabeça. Ninguém mais ficou ferido. A polícia lançou um inquérito sobre o incêndio e os serviços de segurança estatais também estavam investigando.

(Reportagem de Ralf Bode, Georg Merziger e Hannibal

Hanschke)