Putin diz a Assad que Rússia continuará a defender soberania da Síria

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo Vladimir Putin disse ao seu colega sírio, Bashar al-Assad, em um cumprimento de Ano Novo, que a Rússia continuará a apoiar os esforços da Síria em defesa de sua soberania, informou o Kremlin neste sábado.

Putin salientou que a Rússia continuará "a fornecer qualquer auxílio à Síria na proteção de sua soberania, unidade e integridade territorial, na promoção de um processo de solução política, assim como nos esforços para restaurar a economia nacional", disse o Kremlin.

No começo deste mês, Putin ordenou que as forças russas na Síria começassem a se retirar do país, mas disse que a Rússia manteria "permanentemente" sua base aérea de Khmeimin, na província síria de Latakia, e suas instalações navais em Tartous.

A Rússia lançou seus primeiros ataques aéreos na Síria em setembro de 2015, em sua maior intervenção no Oriente Médio em décadas, mudando o rumo do conflito a favor de Assad.

(Por Gabrielle Tétrault-Farber)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos