Leste dos EUA se prepara para tempestade de inverno e frio intenso

Por Brendan O'Brien

(Reuters) - Uma grande tempestade de inverno começará a assolar o sudeste dos Estados Unidos nesta quarta-feira, chegando até a Nova Inglaterra, com neve e ventos fortes, intensificando o frio que vem quebrando recordes e persistindo na maior parte do leste do país.

A combinação de elementos típicos do inverno, assim como a queda da temperatura ambiente, pode provocar uma falta de energia generalizada e congelar estradas, tornando as viagens intermunicipais perigosas para milhões de norte-americanos do norte da Flórida ao sul da Virgínia, informou o Serviço Nacional do Clima em uma série de alertas.

"Viajar será perigoso e quase impossível, inclusive durante o pico matinal desta quarta-feira", informou o serviço em um aviso para o nordeste da Flórida.

Os setores leste da Flórida, Geórgia, Carolina do Sul, Carolina do Norte e Virgínia receberão até 15 centímetros de neve, além de um acúmulo de gelo, enquanto partes da Nova Inglaterra podem ter entre 30 e 38 centímetros de neve e rajadas de vento de 55 km/h até o final da semana, disse o serviço.

No final de terça-feira o governador da Geórgia, Nathan Deal, declarou estado de emergência em 28 condados depois que o Serviço Nacional do Clima emitiu o alerta de tempestade de inverno.

Também na terça-feira o governador da Flórida, Rick Scott, alertou os moradores da parte norte do Estado a se prepararem para o frio. Seu escritório disse que abrigos contra o frio foram abertos ou estão planejando abrir em 22 dos 67 condados estaduais.

Enquanto a tempestade se aproxima, uma massa de ar do Ártico continuará estacionada sobre dois terços do leste do país até o final de semana. As temperaturas baixas recordes causaram ao menos oito mortes no Texas, Wisconsin, Virgínia Ocidental, Dakota do Norte e Michigan nos últimos dias.

Uma grande porção do Meio-Oeste recebeu um alerta de queda da temperatura ambiente no início desta quarta-feira, quando o vento em locais como Cleveland e Indianápolis provocou temperaturas de 20 a 29 graus Celsius negativos, enquanto o extremo sul enfrentou temperaturas extremamente baixas que ameaçam lavouras e tubulações, alertou o Serviço Nacional do Clima.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos