Supostos aviões russos deixam ao menos 20 mortos na Síria, dizem moradores

AMÃ (Reuters) - Supostos aviões russos mataram ao menos 20 pessoas e deixaram diversos feridos na manhã desta quinta-feira quando lançaram bombas contra dois prédios residenciais em um enclave rebelde cercado ao leste da capital síria, disseram moradores e uma organização de monitoramento da guerra.

Ao menos quatro bombas atingiram os prédios na cidade de Misraba, deixando mais de 40 feridos, disseram os moradores, enquanto ao menos 10 pessoas morreram em ataques aéreos em cidades próximas, no último reduto rebelde perto da capital.

O Observatório Sírio para Direitos Humanos, uma organização de monitoramento da guerra com sede no Reino Unido, disse que 11 mulheres e uma criança estão entre os mortos no ataque em Misraba.

Vídeos publicados em redes sociais por ativistas mostraram equipes de resgate retirando mulheres e crianças dos destroços. As imagens não puderam ser confirmadas de maneira independente.

Apoiadas por ataques russos, forças do governo da Síria intensificaram as operações militares contra Ghouta Oriental nos últimos meses, buscando aumentar um cerco que moradores e funcionários de ajuda humanitária descrevem como uso deliberado da fome como arma de guerra, uma acusação que o governo sírio nega.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos