Suprema Corte da Espanha determina que líder separatista catalão Junqueras permaneça preso

MADRI (Reuters) - A Suprema Corte da Espanha determinou nesta sexta-feira que o líder separatista catalão Oriol Junqueras permaneça preso, após passar mais de 2 meses na prisão pelo papel que desempenhou no movimento de independência da região espanhola.

Em decisão escrita, os juízes da Corte disseram que há risco de que Junqueras cometa novamente uma infração se for liberado, uma vez que não há nenhuma evidência que indique que ele tenha abandonado "o caminho seguido até agora".

O político está detido devido a acusações de rebelião, insubordinação e uso indevido de fundos públicos.

A decisão da corte impede Junqueras de tomar posse na sessão de abertura do novo Parlamento catalão, no dia 17 de janeiro.

(Reportagem de Jesús Aguado)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos