Brutal e perigoso, frio assola leste dos EUA

Por Scott Malone e Gina Cherelus

BOSTON/NOVA YORK (Reuters) - Grande parte da Costa Leste dos Estados Unidos enfrentará no sábado temperaturas brutalmente frias e perigosas conforme a região se recupera de uma forte nevasca que desencadeou neves pesadas e fortes ventos.

Do norte da Flórida até Nova York e a Nova Inglaterra dezenas de milhares de pessoas estarão sob alertas de frio e congelamento ao longo do dia, com as temperaturas em algumas partes do Norte esperadas para 40 graus Celsius negativos, enquanto em partes do Sul máximas estavam estimadas em 20 graus abaixo da média.

"Pode ser muito perigoso", disse Dan Pydynowski, meteorologista da AccuWeather. "Qualquer tipo de pele exposta pode congelar em alguns minutos."

A onda de frio ocorre conforme trabalhadores retiram a neve e o gelo das estradas após uma nevasca ter atingido a região na quinta e na sexta-feira, forçando centenas de escolas a fecharem, grandes aeroportos a pararem por conta das condições de baixa visibilidade e diversas linhas de trem suspenderem ou reduzirem seus serviços.

A primeira tempestade de neve da região em 2018 teve rajadas de mais de 113 quilômetros por hora, acumulando 56 centímetros de neve em partes de Maine e 43 centímetros em partes de Massachusetts, antes de acabar na sexta-feira, disse o Serviço Nacional de Meteorologia.

A tempestade foi alimentada por uma rápida queda na pressão barométrica que alguns meteorologistas chamaram de bombogênesis ou um "ciclone bomba".

O frio intenso e a neve foram apontados como culpados por pelo menos 18 mortes nos últimos dias, incluindo quatro em acidentes de trânsito na Carolina do Norte e três no Texas.

(Reportagem adicional de Brendan O'Brien, em Milwaukee)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos