Tuíte de Trump sobre botão nuclear deixa Kim Jong Un alertado, diz embaixadora

WASHINGTON (Reuters) - O tuíte do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre ter um botão nuclear maior do que o do líder norte-coreano deixou Kim Jong Un alertado e expõe os riscos de um impasse nuclear, disse a embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, Nikki Haley, neste domingo.

Após Kim declarar que tinha um botão nuclear de prontidão, Trump dispensou o insulto na semana passada ao dizer em um tweet que o botão dos EUA era maior e mais poderoso.

O comentário de Trump recebeu críticas, inclusive do ex-vice-presidente Joe Bidden, que disse que o caso levou aliados a perderem a confiança em Washington.

Questionada no programa "This Week", da ABC, se o tuíte do presidente era uma boa ideia, Haley afirmou: "Acho que (Trump) sempre tem que manter Kim alertado. É muito importante que nunca deixemos que ele (Kim) fique tão arrogante a ponto que ele não perceba a realidade do que aconteceria caso começasse uma guerra nuclear".

Haley disse que a Coreia do Norte deveria ter claro que os Estados Unidos não irão diminuir a pressão sobre Kim.

"Nós não vamos deixar eles irem e dramatizarem o fato de que eles têm um botão em cima da mesa e que eles podem destruir a América", disse ela. "Nós queremos sempre lembrá-lo de que nós podemos destruí-los também, então (que eles) sejam muito cautelosos e cuidadosos com as palavras e com o que fazem."

(Por Jeff Mason)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos