Jogador de futebol curdo-alemão é alvo de tiros na Alemanha, diz que motivação pode ter sido política

BERLIM (Reuters) - Um jogador de futebol curdo-alemão condenado na Turquia por apoiar separatistas curdos disse temer ter sido atacado por suas visões políticas, depois que tiros foram disparados contra seu carro na Alemanha na noite de domingo.

Promotores alemães disseram que investigam o incidente como uma tentativa de assassinato, e um importante político de oposição disse que o governo alemão tem de investigar se esquadrões turcos estão operando na Alemanha.

Deniz Naki, de 28 anos, nasceu na Alemanha, mas atualmente joga por uma equipe curda na Turquia. Ele recebeu uma sentença suspensa de 18 meses em abril por "propaganda terrorista" em apoio ao proscrito Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Naki disse ao jornal Die Welt que dois tiros atingiram seu carro em uma via perto de sua casa, na cidade de Dueren, no oeste da Alemanha, quando ele voltava tarde da noite para casa depois de visitar um amigo.

"Acredito que foi um agente do MIT (inteligência turca) ou alguma outra pessoa que não gosta das minhas opiniões", disse ele, de acordo com o jornal.

Ele disse não ter recebido nenhuma ameaça específica recentemente, embora receba mensagens ameaçadoras com frequência nas redes sociais.

(Reportagem de Thorsten Severin, Sabine Siebold, Andrea Shalal em Berlin e Ali Kucukgocmen in Istanbul)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos