Israel aprovará centenas de novas casas em assentamentos na Cisjordânia

JERUSALÉM (Reuters) - Israel vai aprovar a construção de centenas de novas casas em assentamentos na Cisjordânia ocupada, disse o ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman, nesta terça-feira.

Assentamentos são um dos temas mais controversos nos esforços para reiniciar as negociações de paz entre israelenses e palestinos, congeladas desde 2014.

Os palestinos querem a Cisjordânia como parte de um futuro Estado, juntamente com Jerusalém Oriental e a Faixa de Gaza. A maioria dos países considera ilegal a construção de assentamentos israelenses no território que Israel capturou em uma guerra em 1967.

Israel rebate o argumento de que os assentamentos são ilegais e afirma que o futuro deles deve ser determinado em negociações de paz com os palestinos.

Autoridades israelenses devem aprovar na quarta-feira a construção de 1.285 unidades habitacionais a serem construídas em 2018 e avançar com os planos para outras 2.500 em cerca de 20 assentamentos, disse Lieberman em comunicado.

Não houve comentário imediato de autoridades palestinas. Os palestinos afirmam que os assentamentos israelenses na Cisjordânia negam um Estado palestino viável e com território contíguo.

(Reportagem de Maayan Lubell)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos