Trump busca acordo para projeto imigratório em encontro com parlamentares

Por Jeff Mason e Richard Cowan

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira que apoiará uma abordagem de duas etapas para imigração, que inicialmente protegeria da deportação os jovens imigrantes sonhadores, se houver restrições imigratórias e normas para um muro na fronteira com o México, ao qual os democratas se opõem.

Numa reunião de parlamentares republicanos e democratas na Casa Branca, Trump disse que depois que a primeira fase estiver completa ele quer tratar rapidamente de temas mais polêmicos, incluindo uma possível rota para a cidadania para 11 milhões de imigrantes sem documentos, à qual muitos republicanos se opõem.

"Se vocês quiserem levar isso adiante, eu aguento a pressão, eu não ligo", disse Trump aos parlamentares em relação a um projeto amplo de imigração. "Vocês não estão tão distantes de uma reforma imigratória abrangente."

Trump afirmou que assinaria qualquer projeto dando status legal para imigrantes não documentados trazidos para o país quando crianças, se o mesmo tiver medidas de proteção, como o financiamento para o muro na fronteira.

Trump e os republicanos não têm sido capazes de chegar a um acordo com os democratas em relação ao status de um número estimado de 700 mil imigrantes jovens, cuja proteção contra deportação termina em março.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos