Topo

Coalizão de Berlusconi cresce em pesquisas de opinião conforme campanha eleitoral italiana esquenta

10/01/2018 12h45

Por Isla Binnie

ROMA (Reuters) - Uma coalizão de centro-direita em torno do partido do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi está crescendo de forma constante em pesquisas de opinião, conforme a campanha para as eleições italianas, em 4 de março, começa a esquentar.

Pesquisas realizadas pela Tecne e IPR indicaram a centro-direita bem à frente tanto da coalizão de centro-esquerda liderada pelo governista Partido Democrático (PD), quanto pelo partido mais popular da Itália, o anti-establishment Movimento 5-Estrelas.

O complexo sistema eleitoral italiano torna provável um Parlamento dividido, gerando temores de que a instabilidade política pode prejudicar uma modesta recuperação na terceira maior economia da zona do euro.

Mas o grupo de Berlusconi parece estar “muito perto” de conseguir obter uma maioria parlamentar, disse o presidente da Tecne, Carlo Buttaroni.

Berlusconi, quatro vezes primeiro-ministro, não pode concorrer pessoalmente por conta de uma condenação em 2013 por fraude fiscal.

Apoio de 39,2 por cento dos eleitores na pesquisa da Tecne se aproxima dos 40 por cento que são considerados a base necessária para um bloco ter uma chance realista de governar sozinho. Na pesquisa da IPR, a coalizão tem 38 por cento.