Líder social-democrata alemão diz que ainda há "grandes obstáculos" em conversas de coalizão com Merkel

BERLIM (Reuters) - O líder do Partido Social-Democrata da Alemanha, Martin Schulz, disse nesta quinta-feira que sua legenda encontrou pontos em comum com os conservadores da chanceler Angela Merkel em muitas áreas, mas que ainda há "grandes obstáculos" a serem superados antes que eles possam formar um governo de coalizão.

Os dois partidos entram no último dia de conversas exploratórias nesta quinta-feira --mais de três meses depois de uma eleição nacional-- antes de decidirem se passarão para conversas avançadas para formar a coalizão.

Schulz disse que o SPD só concordará em formar uma coalizão se tiver certeza que tal governo fortalecerá a Europa, acrescentando que seu partido fará sugestões de como atingir esse objetivo durante as conversas desta quinta-feira.

(Reportagem de Michelle Martin e Madeline Chambers)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos