Presidente da China, Xi Jinping, pede total lealdade do partido em discurso

PEQUIM (Reuters) - O presidente da China, Xi Jinping, pediu, nesta quinta-feira, a implementação integral da política central do partido e lealdade total de autoridades do governo, relatou a emissora estatal chinesa, durante discurso sobre disciplina e corrupção transmitido por todo o país.

Há mais de cinco anos no poder, Xi tem acumulado mais poder do que qualquer um de seus antecessores imediatos e travado uma guerra contra a corrupção no governista Partido Comunista. Ele também intensificou esforços para garantir que os quadros do partido sejam disciplinados e honestos.

Mas seu mais recente pedido por uma disciplina inabalável, durante longo discurso transmitido para autoridades do partido pelo país, foi incomum em sua franqueza.

"Quando o centro do partido toma uma decisão de política, todos os grupos do partido precisam colocá-la em prática ao pé da letra", disse Xi, em discurso para a liderança central do partido, de acordo com a emissora estatal CCTV.

"Em qualquer momento e em qualquer situação, as principais autoridades do partido precisam permanecer firmes e ser confiáveis em suas políticas, ser sinceramente dedicadas ao partido, ser uma só mente com o centro do partido", disse.

Esforços de construção do partido são uma "garantia fundamental" para finalmente se alcançar o sonho chinês, disse Xi, em referência à aspiração de restaurar uma China revitalizada para sua plena atuação mundial.

Autoridades que fracassarem na execução de seus deveres políticos devem ser responsabilizados, disse Xi.

Ele também reiterou que não haverá nenhum enfraquecimento nos esforços para combater a corrupção enraizada dentro do partido.

(Reportagem de Christian Shepherd)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos