Marinha egípcia mata pescador palestino no mar, diz Ministério da Saúde de Gaza

GAZA (Reuters) - A Marinha do Egito abriu fogo contra um pescador palestino no mar e o matou, disse o Ministério da Saúde de Gaza neste sábado.

Autoridades egípcias não tinham um comentário de imediato sobre o incidente, que ocorreu na sexta-feira à noite perto da cidade fronteiriça de Rafah, de acordo com o porta-voz do ministério de Gaza, Ashraf al-Qidra.

Não foi possível confirmar se o pescador estava tentando entrar em águas egípcias. As forças navais do Egito já abriram fogo em outras oportunidades contra cidadãos de Gaza acusados de atravessar a fronteira marítima.

Pescadores de Gaza costumam entrar em território egípcio para escapar das restrições impostas por um bloqueio naval de Israel ao enclave palestino, que Israel mantém citando preocupações de segurança.

Os pescadores de Gaza dizem que a região limitada que têm para pescar não é grande o bastante para atender à demanda da faixa costeira, onde moram 2 milhões de pessoas.

Gaza é administrada pelo grupo militante islâmico Hamas, que já travou três guerras com Israel e é apontado como um grupo terrorista por países ocidentais e pelo governo israelense.

Israel retirou tropas e colonos do território em 2005, mas permanece fiscalizando a passagem de produtos e fornece a maior parte da eletricidade da região.

Israel e Egito, citando preocupações de segurança, mantêm restrições rígidas à passagem de palestinos por suas fronteiras com o enclave.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi e Eric Knecht, no Cairo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos