Confrontos deixam ao menos 10 mortos e fecham aeroporto na capital da Líbia

Por Ahmed Elumami e Aidan Lewis

TRÍPOLI/TÚNIS (Reuters) - Intensos confrontos ocorreram na capital da Líbia, Trípoli, nesta segunda-feira, deixando ao menos 10 mortos e fechando o aeroporto durante o que o governo disse ter sido uma tentativa de levante de militantes de uma prisão próxima.

O ataque provocou o confronto mais intenso em Trípoli em meses, enfraquecendo reivindicações do Governo do Acordo Nacional (GNA), reconhecido internacionalmente, de ter estabilizado a cidade. O ataque também prejudica esforços do GNA em persuadir que missões diplomáticas retornem.

    Armas automáticas e disparos de artilharia puderam ser ouvidos no centro da cidade mais cedo nesta segunda-feira e o aeroporto Mitiga, que opera todos os voos civis partindo da capital e para a capital, informou que os voos foram suspensos até novo aviso.

    O confronto colocou a Força Especial de Dissuasão (Rada), um dos grupos mais poderosos de Trípoli, contra uma facção rival sediada na região de Tajoura.

    A Rada age como uma unidade anticrimes e antiterrorismo e controla o aeroporto Mitiga e uma grande prisão próxima a ele. A força é alinhada ao GNA e ocasionalmente é alvo de rivais cujos membros prendeu.

    A Rada informou que o aeroporto havia sido atacado por um grupo que estava sendo procurado após fugir de um centro de detenção controlado pela Rada em outra parte de Trípoli.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos