Ex-presidente peruano Fujimori é hospitalizado com problemas cardíacos, diz mídia

LIMA (Reuters) - Alberto Fujimori, ex-presidente autoritário do Peru que recebeu perdão para uma pena de prisão de 25 anos com um indulto humanitário na véspera de Natal, foi hospitalizado com problemas cardíacos no domingo, disse seu médico ao jornal local El Comercio.

Imagens transmitidas pela emissora Canal N mostraram Fujimori, de 79 anos, acenando de dentro de uma caminhonete ao chegar à clínica Centenário, em Lima, ao lado de seu filho Kenji.

Fujimori já havia sido hospitalizado no final de dezembro por problemas cardíacos, incluindo pressão alta e arritmia.

“Ele terá que fazer alguns exames porque embora tenha progredido favoravelmente nestes sete dias, ele não está totalmente estável. Ele possui pequenos períodos de arritmia”, disse seu médico, Alejandro Aguinaga, ao El Comercio.

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, citou a saúde de Fujimori ao perdoá-lo por condenações de violações de direitos humanos e acusações de corrupção.

A decisão de Kuczynski, que foi amplamente vista como uma manobra política para evitar sua própria deposição pelo Congresso, gerou renúncias no gabinete e provocou grandes protestos pelo Peru.

(Reportagem de Marco Aquino)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos