Palestino é morto em confronto com tropas israelenses na Cisjordânia

RAMALLAH, Cisjordânia (Reuters) - Tropas israelenses mataram a tiros um palestino de 24 anos em confrontos na Cisjordânia ocupada nesta segunda-feira, disseram autoridades palestinas da saúde.

O Exército israelense informou estar checando relatos de um palestino morto em um vilarejo próximo à cidade de Qalqilya, na Cisjordânia, onde informou que diversos palestinos atiraram pedras contra soldados, que responderam com meios de dispersão e disparos de fogo.

Tensões na região cresceram desde que o presidente Donald Trump reverteu décadas de política dos EUA em 6 de dezembro ao reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Desde então, frequentes confrontos entre palestinos e forças israelenses têm ocorrido na Cisjordânia e ao longo da fronteira Israel-Gaza.

Palestinos querem Jerusalém Oriental, de maioria árabe, como capital de um futuro Estado. Israel tomou o controle de Jerusalém Oriental na guerra do Oriente Médio de 1967 e anexou a região, em uma ação não reconhecida internacionalmente. Israel entende a cidade inteira como sua capital eterna e indivisível.

Um total de 18 palestinos e um israelense foram mortos em agitações desde o anúncio de Trump.

(Reportagem de Ali Sawafta e Maayan Lubell)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos