Sete imigrantes morrem tentando chegar às Ilhas Canárias

MADRI (Reuters) - Sete imigrantes do Norte da África morreram nesta segunda-feira tentando chegar do Marrocos às Ilhas Canárias, território espanhol, em um pequeno barco inflável, disseram autoridades espanholas.

Uma equipe de resgate encontrou cinco dos homens mortos em um barco à deriva na costa da praia de Bastian, na ilha de Lanzarote, a cerca de 130 quilômetros da costa marroquina. Dois outros homens morreram tentando nadar até a costa.

Serviços médicos tratavam por diversos graus de hipotermia 20 outros que conseguiram nadar até a costa e transferiram diversos para hospitais.

Autoridades receberam uma chamada de emergência por volta do meio dia alertando sobre o barco à deriva e encontraram os cinco corpos mortos dentro.

Um porta-voz da polícia disse ainda não saber a causa da morte dos cinco no barco, mas provavelmente se afogaram ou morreram de hipotermia. Serviços médicos não conseguiram ressuscitar os dois homens que se afogaram nadando até a costa.

O número de imigrantes chegando do norte da África à Espanha pelo mar dobrou em 2017 em relação ao ano anterior, conforme milhares tentam fugir de conflitos na África e no Oriente Médio.

(Reportagem de Emma Pinedo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos