Trump agradece ao Catar por esforços ao combate contra o terrorismo

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, agradeceu nesta segunda-feira o líder do Catar por suas “ações contra o terrorismo e o extremismo em todas as formas”, disse a Casa Branca em comunicado que sugeriu um estreitamento dos laços entre os países.

Em junho, Trump pediu que o Catar parasse de financiar grupos que praticam terrorismo, dizendo que o país do Golfo o vinha fazendo isso historicamente “em um nível muito alto”.

A Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos e o Barein, que junto com o Catar são membros do Conselho de Cooperação do Golfo, além do Egito, que não é membro da entidade, cortaram relações diplomáticas, viagens e comércio com o Catar no ano passado, acusando o país de apoiar militantes e seu arqui-inimigo, o Irã.

O Catar nega as acusações e diz que a atitude dos países visa reduzir sua soberania.

O comunicado da Casa Branca sobre a ligação com o emir xeque Tamim bin Hamad al-Thani não tratou diretamente da disputa, mas disse que Trump “reiterou seu apoio a um Conselho de Cooperação do Golfo forte e unido, que esteja focado em combater ameaças regionais”.

(Por Tim Ahmann)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos