Bangladesh concorda com Mianmar em concluir repatriação de rohingyas em dois anos

Por Ruma Paul e Zeba Siddiqui

DACA/COX'S BAZAAR (Reuters) - Bangladesh informou nesta terça-feira que irá concluir em dois anos o processo de devolução de centenas de milhares de muçulmanos rohingyas que fugiram de Mianmar, após uma reunião entre os dois países.

O plano bilateral de repatriação, que Mianmar disse que entrará em vigor na próxima terça-feira, foi recebido com ceticismo por ONGs, que disseram que a estratégia não aborda adequadamente questões de segurança, subsistência e reassentamento permanente dos rohingyas.

Um comunicado do Ministério de Relações Exteriores de Bangladesh disse que o esforço prevê "considerar a família como uma unidade", com Mianmar fornecendo abrigo temporário para aqueles que voltarem ao país até reconstruir casas para eles.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos