União Europeia deve impor sanções contra autoridades da Venezuela, dizem diplomatas

BRUXELAS (Reuters) - Governos da União Europeia estão prontos para aprovar a imposição de sanções contra sete autoridades venezuelanas próximas ao governo do presidente Nicolás Maduro na quinta-feira, disseram dois diplomatas da UE, na resposta mais firme do bloco até agora à crise política no país sul-americano.

Autoridades que provavelmente terão viagens proibidas e bens congelados incluem o chefe da Guarda Nacional Bolivariana, o ministro do Interior, o diretor da inteligência nacional e o presidente da Suprema Corte, disseram os diplomatas à Reuters.

As sanções provavelmente serão adotadas e impostas na próxima semana, disseram.

(Reportagem de Robin Emmott)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos