ENTREVISTA-Governo espanhol descarta que Puigdemont volte a ser líder da Catalunha

MADRI (Reuters) - O ex-líder catalão Carles Puigdemont não voltará a se tornar o líder da região, disse em entrevista o ministro porta-voz do governo espanhol, Íñigo Méndez de Vigo, acrescentando que Madri continuará com o regime direto sobre a região enquanto for necessário.

"Não será presidente (da Catalunha)", disse Méndez de Vigo à Reuters em entrevista.

Perguntado se Puigdemont cumprirá seus planos de ser eleito presidente da Catalunha à distância e governar enquanto está em Bruxelas, Méndez de Vigo disse:

"Não acontecerá. A única legitimidade é a da aplicação do (artigo) 155".

Méndez de Vigo disse que se a situação continuar estagnada como está agora, novas eleições serão realizadas na Catalunha.

"Não é o que queremos, mas é o que acontecerá se as coisas não forem feitas dentro da lei".

(Reportagem de Ingrid Melander)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos