Homens armados atacam Hotel Intercontinental em Cabul, no Afeganistão

Por Akram Walizada e Mirwais Harooni

CABUL (Reuters) - Homens armados com uniformes do exército invadiram o Hotel Intercontinental de Cabul e lutaram contra as forças especiais afegãs por 13 horas, durante um cerco de madrugada que resultou em mortes entre os hóspedes do hotel, disseram autoridades e testemunhas neste domingo.

O Talibã reivindicou a responsabilidade pelo ataque, que provocou a fuga de mais de 150 hóspedes, alguns deles utilizando cordas de lençóis para descer dos andares superiores e outros resgatados pelas forças afegãs, enquanto partes do prédio pegavam fogo.

O porta-voz do Ministério do Interior, Najib Danesh, disse que pelo menos cinco pessoas - quatro afegãos e um estrangeiro - foram mortas e seis estavam feridas, mas o total de vítimas é quase certo que seja maior.

A companhia aérea local, Kam Air, disse que cerca de 40 de seus pilotos e tripulação, muitos dos quais são estrangeiros, estavam hospedados no hotel e pelo menos 10 foram mortos. Mas Zamari Kamgar, o vice-diretor da companhia aérea disse que ainda estava tentando localizar sua equipe e ainda não sabia se todos estavam seguros.

Não está claro exatamente quantos homens armados estavam envolvidos e, mesmo depois que as autoridades informaram o fim do ataque, disparos esporádicos e explosões podiam ser ouvidos no local. Danesh disse que três atiradores foram mortos, enquanto testemunhas disseram que havia quatro homens envolvidos e o Talibã informou cinco.

(Reportagem adicional de Hamid Shalizi e Jibran Ahmad em Peshawar e David Brunnstrom em Washington)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos