Procurador espanhol pede prisão de ex-líder catalão Puigdemont na Dinamarca

MADRI (Reuters) - O procurador-geral da Espanha disse nesta segunda-feira que pediu à Suprema Corte para reativar um mandato de prisão válido para toda a Europa para deter o ex-líder catalão Carles Puigdemont na Dinamarca sob acusações de insubordinação e rebelião, à medida que ele viaja a Copenhague para uma conferência.

Essa é a primeira vez que Puigdemont deixa Bruxelas desde que se autoexilou na cidade após ser destituído pelo governo espanhol em outubro, depois que seu governo regional declarou independência do restante da Espanha.

(Reportagem de Paul Day)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos