PT lança pré-candidatura de Lula à Presidência apesar de condenação

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - O PT lançou nesta quinta-feira a pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República na eleição deste ano, um dia depois de Lula ter uma condenação por corrupção e lavagem de dinheiro mantida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

"Estamos lançando a pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República", disse a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), ao abrir reunião da Executiva Nacional do partido em São Paulo.

Com a confirmação da condenação em segunda instância, Lula pode ficar inelegível pela Lei da Ficha Limpa.

A decisão unânime dos desembargadores da 8ª Turma do TRF-4 --que também aumentou a pena anteriormente fixada pela primeira instância de 9 anos e 6 meses de prisão para 12 anos e 1 mês em regime fechado-- reduz o leque de opções de recursos do ex-presidente, líder nas pesquisas eleitorais.

Lula foi condenado com base na denúncia do Ministério Público Federal de que recebeu um apartamento tríplex no Guarujá (SP) como propina da empreiteira OAS em troca de contratos na Petrobras.

O ex-presidente afirmou na quarta-feira, em ato em São Paulo com a presença de 50 mil pessoas --segundo os organizadores-- após a condenação, que podem até prendê-lo, mas as ideias já estão colocadas "na cabeça da sociedade brasileira".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos