Presidente francês defende novas sanções da UE contra a Venezuela

PARIS (Reuters) - O presidente francês, Emmanuel Macron, pediu nesta sexta-feira novas sanções da União Europeia sobre a Venezuela, devido ao mais recente passo do governo ao autoritarismo.

Falando ao lado de Macron em Paris, o presidente argentino, Mauricio Macri, disse que Caracas não é uma democracia há muito tempo e que não vê sinais positivos.

(Reportagem de John Irish)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos