Trump nega ter ordenado demissão de procurador especial Mueller

DAVOS, Suíça (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, negou nesta sexta-feira que tenha ordenado a demissão do procurador especial Robert Mueller no ano passado, descrevendo a alegação como "notícia falsa".

O jornal The New York Times relatou na quinta-feira que Trump decidiu demitir Mueller, mas voltou atrás em sua ordem depois que um assessor da Casa Branca ameaçou renunciar ao invés de seguir a orientação do presidente, citando quatro fontes com conhecimento do assunto.

"Notícia falsa, gente, notícia falsa" disse Trump a repórteres em Davos, quando perguntado sobre a reportagem.

(Reportagem de Steve Holland)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos