Previdência continua dentro de agenda de reformas e voltará ao Congresso tão logo seja possível, diz Meirelles

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta segunda-feira que a reforma da Previdência teve sua tramitação suspensa devido à restrição constitucional diante da intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, mas voltará ao Congresso tão logo seja possível.

"A Previdência continua dentro de uma agenda de reformas do país e que será submetida ao Congresso Nacional tão logo haja possibilidade constitucional para isso", disse o ministro.

O governo apresentou, ainda, uma lista de medidas prioritárias legislativas na área microeconômica e de melhora da competitividade.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos