Trump Jr. diz estar perdendo negócios na Índia devido a restrições impostas pelo pai

Por Aditi Shah

NOVA DÉLHI (Reuters) - O filho mais velho do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, descreveu a Índia como um mercado importante para a Organização Trump, mas disse que a empresa terá que abrir mão de novos negócios devido a restrições autoimpostas por seu pai desde que tomou posse.

Os comentários de Donald Trump Jr., feitos no início de uma viagem para cortejar compradores para seus projetos residenciais de luxo em várias cidades indianas, pareceu rebater críticas sobre possíveis conflitos de interesse na divulgação da marca Trump.

Trump Jr. disse que os novos negócios serão afetados na Índia.

"Alguns anos atrás, eu disse que (a Índia) se tornaria nosso maior (mercado) porque realmente acreditei no mercado... acho que continuará a ser o mesmo quando eu puder voltar ao mercado e me concentrar no lado comercial, em novos acordos novamente no futuro, quando meu pai tiver deixado o cargo", disse Trump Jr. à rede de televisão CNBC-TV18 na noite de terça-feira.

Pouco depois de assumir, Trump disse que passaria o controle de seu império empresarial, que inclui prédios residenciais e hotéis de luxo em todo o mundo, aos filhos Donald e Eric e que colocaria seus bens em um fundo para deixar claro que, como presidente, não agiria de forma consciente para se beneficiar pessoalmente.

Muitas agências de ética governamentais e privadas disseram que ele deveria ter ido mais longe, dispondo de bens que pudessem causar conflitos de interesse -- mas seus parceiros indianos estão dando ênfase à marca Trump.

Nos dias que antecederam a visita de Trump Jr., um de seus parceiros no setor imobiliário de Gurgaon, cidade próxima da capital Nova Délhi, lançou uma campanha publicitária na primeira página dos jornais de maior circulação da Índia para atrair compradores.

(Por Aditi Shah)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos