Discurso de Putin mostra que Rússia violou tratado nuclear, diz Departamento de Estado dos EUA

WASHINGTON (Reuters) - O Departamento de Estado dos Estados Unidos acusou a Rússia nesta quinta-feira de desenvolver armas nucleares desestabilizadoras, numa violação de suas obrigações em um tratado, depois que o presidente russo, Vladimir Putin, fez um discurso anunciando uma nova série de armas nucleares.

A porta-voz do Departamento de Estado Heather Nauert disse que o discurso de Putin mostrou que a Rússia violou suas obrigações sob o tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário. Ela também criticou um vídeo animado exibido durante as declarações de Putin, afirmando que ele parecia demonstrar um ataque contra os EUA.

"Foi certamente infeliz ter de assistir a animação de vídeo que mostra um ataque nuclear contra os Estados Unidos", disse Nauert em briefing para a imprensa. "Não consideramos isso como o comportamento de um ator internacional responsável."

(Reportagem de Arshad Mohammed)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos