EUA e Coreia do Sul dão início a exercício militar conjunto anual

SEUL (Reuters) - A Coreia do Sul e os Estados Unidos deram início neste domingo a seus exercícios militares conjuntos após atraso de cerca de um mês em razão dos Jogos Olímpicos de Inverno e para ajudar a criar condições para uma retomada no diálogo entre a Coreia do Norte e a do Sul

    O exercício de campo 'Foal Eagle', que geralmente envolve

tropas combinadas terrestres, aéreas, navais e de operações especiais, continuará por um mês. O simulado de computador 'Key Resolve' será realizada por duas semanas a partir de meados de abril.

    Um porta-voz do Pentágono disse em março que os dois exercícios conjuntos envolveriam cerca de 23.700 soldados dos EUA e 300.000 militares sul-coreanos. Autoridades militares em Seul disseram que a escala do exercícios não iria além daqueles vistos em anos anteriores.

    De modo geral, em todos os anos, os exercícios ocorrem em torno de março, mas eles foram adiados este ano até depois dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno de Pyeongchang, que começou em fevereiro e terminou no mês passado.

    A Coreia do Norte, que tem tradicionalmente acusado tanto

Seul como Washington de praticar a invasão do Norte durante exercícios militares conjuntos, permaneceu quieta sobre o assunto.

Os exercícios conjuntos vêm cerca de um mês antes de uma cúpula entre as duas Coreias prevista para 27 de abril, a primeira em mais de um década.

Kim Jong Un e o presidente sul-coreano Moon Jae-in devem discutir a desnuclearização da península coreana e a melhoria das relações intercoreanas na reunião.

(Reportagem de Christine Kim)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos