Ministro alemão quer reconstruir confiança com a Rússia após impasse sobre espiões

BERLIM (Reuters) - O ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas, quer retomar o diálogo com a Rússia e melhorar gradualmente os laços após as expulsões diplomáticas relacionadas a um ataque a um ex-espião russo na Inglaterra, que a polícia britânica culpa a Rússia, disse ele no domingo.

A chanceler alemã conservadora Angela Merkel e a Maas juntaram-se aos Estados Unidos e a outros países europeus ao lado dos britânicos em um grande impasse sobre o ataque ao ex-agente duplo Sergei Skripal e sua filha.

Maas, um membro do Partido Social Democrata que está dividido sobre o quão duro ser com Moscou, disse ao Bild am Sonntag que muita confiança foi perdida nos últimos anos devido ao comportamento da Rússia.

"Ao mesmo tempo, precisamos da Rússia como um parceiro para resolver conflitos regionais, para o desarmamento e como um importante pilar do multilateralismo", disse ele, segundo o jornal.

"Estamos, portanto, abertos ao diálogo e estamos tentando reconstruir a confiança pouco a pouco se a Rússia estiver pronta".

Ele também, no entanto, defendeu a decisão de expulsar diplomatas "para mostrar solidariedade com a Grã-Bretanha, mas também como sinal de unidade".

Na semana passada, como parte das expulsões em massa de ambos os lados, a Alemanha expulsou quatro diplomatas russos e Moscou retribuiu com o mesmo número, o que levou a uma crise nas relações entre a Rússia e o Ocidente.

(Reportagem de Madeline Chambers)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos