Rebeldes sírios iniciam retirada do último posto em Ghouta

AMÃ (Reuters) - Os primeiros combatentes do último posto rebelde no leste de Ghouta partiram neste domingo para o território insurgente no noroeste da Síria, informou a mídia estatal, aumentando as esperanças de um fim ao conflito no enclave.

A retirada, a primeira desse tipo na sitiada Douma, envolve combatentes de Failaq al Rahman, que deixaram a maioria das cidades sob seu controle dentro do enclave no sábado.

O grupo rebelde dominante em Douma é o Jaish al Islam, que ainda negocia um acordo de rendição com a Rússia, dando aos combatentes a opção de deixar o enclave ou fazer as pazes com as autoridades sírias.

Negociadores chegaram a um acordo no final do sábado para remover civis e combatentes feridos de Jaish al Islam para Idlib, no Noroeste.

Não ficou claro se foi parte de um acordo mais amplo, incluindo a retirada de combatentes, embora a televisão estatal tenha dito que as informações indicam o alcance de um acordo.

(Reportagem de Suleiman Al-Khalidi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos