Kremlin diz que Trump sugeriu que encontro com Putin ocorra na Casa Branca

Por Denis Pinchuk

MOSCOU (Reuters) - Um assessor do Kremlin disse nesta segunda-feira que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu a Casa Branca como local para uma reunião com o presidente russo Vladimir Putin quando eles discutiram a ideia de um encontro em uma ligação telefônica no mês passado.

Desde a ligação, feita em 20 de março, as preparações para um possível encontro não progrediram em função de um problema diplomático, disse o assessor Yuri Ushakov.

"Quando os nossos presidentes falaram ao telefone, Trump propôs ter a primeira reunião em Washington, na Casa Branca", disse Ushakow a repórteres em um briefing.

"Trump ligou para Putin no mês passado para parabenizá-lo por sua vitória eleitoral e disse a repórteres que ele acreditava que ele e Putin se encontrariam 'em um futuro não muito distante'".

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, não confirmou que um convite havia sido feito a Putin, mas disse que ambos tinham discutido uma série de locais para uma possível reunião, incluindo a Casa Branca.

"Não temos nada mais a acrescentar neste momento", disse ela a repórteres nesta segunda-feira.

(Por Denis Pinchuk; reportagem adicional de Jeff Mason em Washington)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos