Reino Unido quer resposta "proporcional" para Rússia após envenenamento de ex-espião

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido está procurando uma "maneira proporcional" de responder a ameaça representada pela Rússia, disse um porta-voz da primeira-ministra britânica, Theresa May, nesta terça-feira, depois que uma autoridade militar aposentada russa disse que o envenenamento de um ex-espião poderia levar ao início de uma nova guerra mundial.

"Nós precisamos responder de uma maneira proporcional a esse comportamento agressivo por parte da Rússia e é isso que estamos fazendo", disse o porta-voz, quando perguntado se há um risco real do incidente desencadear uma guerra.

Evgeny Buzhinsky, um tentente-general aposentado, disse nesta terça-feira, segundo jornais britânicos, que as consequências do ataque podem desencadear "a última guerra na história da humanidade".

(Reportagem de William James)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos