Ex-espião russo Sergei Skripal não está mais em estado grave após envenenamento, diz hospital

Alistair Smout

Em Londres

  • RTR via Reuters

    9.ago.2006 - Imagem de vídeo mostra Sergei Skripal durante audiência em tribunal militar em Moscou, Rússia

    9.ago.2006 - Imagem de vídeo mostra Sergei Skripal durante audiência em tribunal militar em Moscou, Rússia

O ex-espião russo Sergei Skripal não está mais em estado grave e sua saúde está melhorando rapidamente mais de um mês após ter sido envenenado com um agente nervoso, informou o hospital responsável por seus cuidados nesta sexta-feira.

Sergei Skripal, 66, e sua filha Yulia foram encontrados inconscientes em um banco público na cidade inglesa de Salisbury em 4 de março.

A Grã-Bretanha disse que eles foram envenenados com um agente nervoso desenvolvido inicialmente pela União Soviética. A Rússia negou que tivesse algo a ver com o primeiro uso conhecido de tal toxina em solo europeu desde a Segunda Guerra Mundial.

"Ele está respondendo bem ao tratamento, se recuperando rapidamente e não está mais em estado grave", disse em comunicado a diretora médica do hospital de Salisbury, Christine Blanshard.

Na quinta-feira, a TV estatal russa informou que Yulia telefonou para sua prima e disse que ela e seu pai estavam se recuperando e que ela esperava sair do hospital em breve.

A Grã-Bretanha disse que a Rússia é culpada pelo ataque, enquanto Moscou nega qualquer envolvimento. O incidente teve ramificações diplomáticas importantes, com expulsões em massa de diplomatas russos e ocidentais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos