Ex-líder da Catalunha Puigdemont é autorizado a deixar prisão na Alemanha, diz procurador

BERLIM (Reuters) - O ex-líder da Catalunha Carles Puigdemont pagou fiança e pode deixar a qualquer momento a prisão na cidade alemã de Neumuenster, onde está sendo detido desde o mês passado, disse o procurador do Estado de Schleswig-Holstein.

O ex-líder da região espanhola foi preso no mês passado, enquanto entrava na Alemanha, devido a um mandado de prisão emitido pela Espanha.

Um tribunal de Schleswig-Holstein concordou, na quinta-feira, em liberar Puigdemont após o pagamento de fiança e disse que sua extradição para a Espanha é possível pela acusação de uso indevido de recursos públicos, mas não devido à acusação de rebelião por seu papel no movimento de independência da Catalunha.

(Reportagem de Hans-Edzard Busemann)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos