Irã diz que relatos de ataque químico na Síria são "desculpa" para ação militar

DUBAI (Reuters) - O Ministério das Relações Exteriores do Irã disse neste domingo que os relatos sobre um ataque com gás na Síria não são baseados em fatos e são uma "desculpa" para os Estados Unidos e países ocidentais promoverem uma ação militar contra Damasco, informou a agência de notícias oficial iraniana IRNA.

"Tais reivindicações e alegações dos norte-americanos e de alguns países do Ocidente apontam para uma nova trama contra o governo sírio e povo, e são uma desculpa para tomar medidas militares contra eles", disse o porta-voz do ministério Bahram

Qasemi, segundo a IRNA.

A agência também citou declaração de Qasemi segundo a qual os relatos de ataque a gás "não correspondem a fatos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos