Polícia alemã faz incursão em casas de supostos membros de extrema direita

BERLIM (Reuters) - A polícia alemã realizou, neste domingo, uma incursão a casas de supostos membros de um grupo de extrema direita em Berlim e nos estados de Brandemburgo e Thueringia, em busca de armas, informou o gabinete do procurador-federal.

As casas de oito suspeitos de fundar um grupo terrorista de extrema direita foram revistadas, informou comunicado da promotoria federal.

Investigadores, auxiliados em suas buscas pela unidade policial antiterrorismo GSG 9, estavam à procura de armas, cujos suspeitos acreditam estar prontos para matar alvos visados, se necessário.

Os investigadores acreditam que os suspeitos sejam membros do grupo Reichsbuerger (Cidadãos do Reich), que não reconhecem a Alemanha moderna como um Estado legítimo e insistem que o antigo "Deutsche Reich" ainda está vivo, apesar da derrota da Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial.

O serviço de inteligência alemão estima que o Reichsbuerger tenha milhares de membros.

(Reportagem de Paul Carrel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos