Rússia diz que EUA foram alertados de "graves repercussões" se Síria for atacada

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O embaixador russo na Organização das Nações Unidas (ONU), Vassily Nebenzia, disse nesta segunda-feira que Moscou alertou os Estados Unidos sobre "graves repercussões" caso realize ataque contra as forças do governo sírio devido a relatos de um ataque com armas químicas.

"Não houve ataque com armas químicas", disse Nebenzia ao Conselho de Segurança da ONU. "Através dos canais relevantes, já transmitimos aos EUA que força armada sob pretexto mentiroso contra a Síria --onde, a pedido do governo legítimo de um país, as tropas russas foram mobilizadas-- poderia levar a graves repercussões."

Ele também afirmou que os investigadores do órgão de controle global de armas químicas devem voar para a Síria na terça-feira para investigar as acusações sobre o ataque, oferecendo a eles proteção de autoridades sírias e tropas russas.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos